Categorias
Política

Vereador aguarda prefeito para decidir rumo político

O vereador mossoroense Cabo Tony Fernandes (Solidariedade) aguarda decisão do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) para definir seu rumo político com vistas às eleições de 2022.

Ele pode candidato à Assembleia Legislativa.

“Há uma pressão para nós sermos candidato a estadual. Os vereadores do partido [Solidariedade] têm pedido. Os suplentes também, além de ex-vereadores. Nós vamos aguardar a decisão da legenda aqui no município. O prefeito [Allyson] ainda vai se posicionar. A gente aguarda essa posição [de quem será o nome preferencial do prefeito à Assembleia Legislativa] para se posicionar”, disse Tony, em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta segunda-feira.

Allyson não anunciou ainda quem será o nome dele na disputa ao Legislativo potiguar.

A única sinalização que deu quanto a isso foi ter dito, reiteradas vezes, que a sua esposa, Cínthia Pinheiro, não será candidato a deputado.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Câmara discutirá abastecimento de água em Mossoró

O abastecimento de água em Mossoró será tema de audiência pública, quinta-feira (21), às 9h, na Câmara Municipal de Mossoró. Proposta pelo vereador Lawrence Amorim (Solidariedade), a reunião analisará o cenário hídrico da cidade e buscará melhorias para o fornecimento de água.

“Propomos a audiência pública em razão de recorrentes reclamações, feitas por diferentes segmentos sociais, sobre ineficiência no abastecimento de água em Mossoró”, justifica o presidente da Câmara.

Segundo Lawrence, o cenário requer soluções urgentes e planejadas, para problemas atuais e futuros, haja vista o crescimento da cidade. “Também discutiremos demandas de esgotamento sanitário”, informa.

A audiência pública reunirá parlamentares, diretores da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), especialistas, líderes comunitários, construtores e outros participantes.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

CPI da Covid quebra sigilos de secretário-executivo do Consórcio Nordeste

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, nesta quinta-feira (14), a quebra dos sigilos telefônico, telemático, bancário e fiscal do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Eduardo Gabas. O requerimento do presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), foi aprovado à unanimidade pelos membros presentes: Francisco do PT, que é o relator, Gustavo Carvalho (PSDB) e Ubaldo Fernandes (PL), suplente do deputado George Soares (PL) na comissão.

Durante a reunião, o deputado Kelps Lima apresentou o requerimento, mas disse que os dados que justificavam a quebra do sigilo das informações são confidenciais e somente os parlamentares terão acesso, assim como aos dados que forem repassados à CPI pelas instituições. O período dos dados que serão solicitados também não foram expostos pela CPI, que vai oficiar as instituições devidas para que as informações sejam repassadas à comissão.

O secretário-executivo foi convocado pela CPI da Covid na condição de investigado e permaneceu em silêncio durante o depoimento, no dia 6 de outubro, sendo liberado pelos parlamentares após informar que não responderia a nenhuma das perguntas. A Justiça do Rio Grande do Norte havia concedido habeas corpus para que Carlos Gabas não precisasse responder aos questionamentos dos parlamentares.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Vânia Furtado registra chapa em eleição à presidência da OAB

Na manhã desta quarta-feira, a advogada Vânia Furtado e o seu vice, Victor Lobato, se tornaram os primeiros candidatos registrados à eleição da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mossoró.

O ato aconteceu na sede da instituição, com um grupo de apoiadores.

Vânia Furtado, na oposição, vai concorrer com outros dois candidatos: Luiz Carlos (situação) e Hermeson Pinheiro (oposição).

As eleições à presidência da OAB ocorrem dia 19 de novembro.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Raério causa polêmica ao dizer que vereadora “pode latir”

O vereador governista Raério Araújo (PSD) causou polêmica na sessão ordinária da Câmara de Mossoró nesta quarta-feira.

Ao defender o prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) de críticas da vereadora oposicionista Marleide Cunha (PT), sobre episódio da gravação de um vídeo durante realização de uma cirurgia ginecológica, o parlamentar afirmou que a petista pode “latir” que ele não tem medo.

Na ocasião, Raério criticava o Governo do Estado, de quem Marleide é aliada.

“Eu também não tenho medo de ninguém, principalmente da senhora [Marleide]. Pode gritar, latir, dizer o que quiser. Tô aqui dizendo a verdade. Mande ir lá no Tarcísio Maia, para ver como tá aquilo dali. Cadê o respeito com essas pessoas que estão morrendo lá? Eu não tenho medo de ninguém. Nem de PT, nem de azul. Eu tô aqui para representar o povo”, disse o vereador.

A parlamentar rebateu e alfinetou Raério.

“Eu não lato porque eu sou gente. Gente que pensa, gente que argumenta, gente que concorda, gente que discorda, gente que tem a liberdade de fazer tudo isso, coisa que muitos não têm”, disse a petista.

As falas de Raério viralizaram nas redes sociais.

Marleide Cunha recebeu notas de solidariedade de entidades e políticos, como o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) e a vereadora natalense Brisa (PT).

Raério Araújo emitiu nota sobre o assunto:

Caríssimos (as)

É de conhecimento de toda sociedade mossoroense que fui, sou e sempre serei um nato fiscalizador do serviço público.

Missão esta reconhecida por toda sociedade, estando atualmente no meu segundo mandato como vereador na cidade de Mossoró/RN.

No dia de hoje, em mais um embate político, onde sempre saindo em defesa desta terra, utilizei da tribuna na Câmara Municipal de Mossoró para cobrar dos representantes do Governo Estadual o regular funcionamento das cirurgias eletivas em favor das nossas aguerridas mulheres.

Acontece, que a respectiva discussão, que sempre teve como o meu intuito maior a cobrança da efetividade do serviço, foi recebida e veiculada de forma totalmente maquiada e maquiavélica.

Primeiramente, quero dizer que sou representante dos interesses sociais da nossa cidade e por este motivo cumpro meu papel fiscalizador.

Quem me conhece sabe meu caráter como homem, esposo e pai de quatro filhas, que tanto valoriza a figura da mulher.

Os materiais que estão sendo divulgados em meu nome fogem totalmente do contexto fático existente naquele momento.

A forma calorosa da discussão e pela verdadeira pessoa que sou, posso ter me referido ou utilizado termos que soam de forma dúbia.

Assim sendo, quero deixar claro que em nenhum momento utilizei da Tribuna para intimidar ninguém e tampouco com caráter discriminatório. 

Desta forma, volto a dizer que nenhum jogo político opositor conseguirá macular o verdadeiro Raério Cabeção que tanto trabalha e trabalhará por nossa Mossoró.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

CPI compartilha com Senado informações sobre Consórcio Nordeste

A CPI da Covid na Assembleia Legislativa discutiu, na tarde desta quarta-feira (13), as circunstâncias de contrato referente à locação de ambulâncias e também sobre a iniciativa de buscara contratação de montagem de um hospital de campanha na Arena das Dunas durante 2020. Três pessoas foram ouvidas como testemunhas e trataram sobre os temas. Além disso, os deputados também aprovaram o compartilhamento com o Senado Federal de informações sobre a investigação sobre compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste.

A presidente da Comissão Permanente de Licitação Carla Juliana Gomes de Souza respondeu a questionamentos por parte dos deputados. As principais dúvidas do membro Gustavo Carvalho (PSDB) e do presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), foram referentes às datas em que ocorreram as vistorias das ambulâncias que seriam utilizadas no transporte sanitário. O motivo é que, segundo os parlamentares, documentos comprovam que as vistorias ocorreram quatro dias antes da assinatura do contrato do Governo do Estado com a empresa. O contrato, inclusive, foi encerrado pouco após um mês de vigência, o que também levantou suspeitas por parte dos parlamentares.

“Já falamos outras vezes sobre esse contrato e o que chama a atenção é que o empresário que alegou o prejuízo não acionou a Justiça para reaver o dinheiro. Além do que, temos documento que comprova que ele alugou veículos para serem utilizados como ambulâncias antes do resultado sobre a contratação, sem que soubesse, em teoria, que sua empresa seria a contratada. Por isso o motivo de nossa desconfiança”, disse Kelps Lima. A servidora, que não é investigada, explicou que todo o trâmite foi acelerado com o objetivo de minimizar os danos da pandemia, mas que desconhecia e não acreditava em qualquer tipo de favorecimento ou desvio de conduta por parte dos envolvidos na contratação do Poder Público.

Além da servidora, o atual chefe de gabinete do Procurador Geral do Estado, Thales Egídio Macêdo Dantas, também foi ouvido pelos parlamentares sobre os contratos. Ele foi questionado também sobre o processo referente às ambulâncias e disse que o trâmite da questão seguiu todas as normas vigentes.

Já o ex-secretário-adjunto de Saúde do Rio Grande do Norte Petrônio Spinelli fez um panorama sobre a contratação de leitos críticos para pacientes com covid no início da pandemia, quando estava no cargo. O médico infectologista, que é servidor de carreira do Estado há 21 anos, respondeu questionamentos sobre a tentativa de se fazer um hospital de campanha na Arena das Dunas.

Com orçamento previsto em aproximadamente R$ 38 milhões para a viabilização dos leitos, Spinelli explicou que o Governo do Estado recuou após encontrar custos altos para a concretização dos leitos, mas disse que em nenhum momento foi cogitada a possibilidade de não se reforçar as estruturas já existentes na rede de saúde pública. Questionado pelos parlamentares sobre o motivo pelo qual houve a desistência e se denúncias sobre a possível contratação colaboraram para que o Executivo desistisse do hospital, Petrônio Spinelli disse que a decisão de recuar ocorreu porque o Governo viu que seria mais viável o fortalecimento da rede existente. “Os custos seriam muito altos, mais do que esperávamos, e levaria mais tempo”, disse Spinelli, respondendo a questionamento do presidente da CPI, Kelps Lima, sobre qual seria a estratégia mais plausível: fazer um hospital de campanha ou reforçar a rede existente.

Ainda na CPI, os parlamentares aprovaram requerimentos, entre eles a resposta à solicitação da CPI da Pandemia do Senado Federal para o compartilhamento de dados referente à investigação sobre a compra frustrada de respiradores pelo Consórcio Nordeste à empresa Hempcare. Os parlamentares aprovaram e os documentos serão encaminhados.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Pablo Aires assume presidência municipal do PSB

Vereador de primeiro, Pablo Aires assumiu a presidência municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Mossoró.

“Sempre fui de vestir a camisa daquilo que me proponho a fazer. Agora, em reconhecimento ao nosso mandato e trabalho na Câmara, o PSB passa a ser presidido por nós, em Mossoró”, escreveu o parlamentar em suas redes sociais nesta sexta-feira.

Pablo foi eleito com 1.851 votos.

No estado, a sigla é presidida pelo deputado federal Rafael Motta.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

AeC abre 100 vagas para atendente em Mossoró

A empresa de contact center AeC abriu 100 vagas na unidade de Mossoró. As oportunidades são para atendente, função responsável pela assistência a clientes por meio de diversos canais de comunicação.

Além de remuneração, os contratados terão direito a benefícios como plano de saúde e plano odontológico.  As contratações irão até o final deste mês de outubro.  

Há vagas tanto para trabalho presencial como para home office. A definição do modelo de jornada ocorrerá durante a seleção, por isso é desejável que os candidatos possuam infraestrutura para atuar em home office.

Os atendentes contratados para atuar presencialmente na unidade receberão máscaras de proteção individual e kit de higienização. 

Para participar do processo seletivo, é necessário ter mais de 18 anos e Ensino Médio completo. Os interessados devem se cadastrar no site https://queroser.aec.com.br. A primeira etapa do recrutamento é realizada pela internet.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Reforma administrativa da Prefeitura entra em vigor

Aprovado pela Câmara de Vereadores de Mossoró, o Projeto de Lei Complementar nº 03/2021, que trata da estrutura administrativa e organizacional da Prefeitura de Mossoró, entrou em vigor nessa terça-feira (12). Trata-se de Reforma Administrativa, que tem como um dos objetivos organizar a estrutura funcional do município.

Oficializando a Reforma Administrativa, foram publicados na edição do Jornal Oficial de Mossoró (JOM) 21 decretos que regulamentam a organização da estrutura administrativa de todas as secretarias, com a alocação de todos os cargos comissionados, bem como suas atribuições e níveis hierárquicos.

“Com a Reforma Administrativa em vigor, como já está, cumprimos nosso compromisso de dar mais transparência às ações do município. Agora, de forma muito clara, o cidadão mossoroense, a imprensa e órgãos de controle têm acesso direto a todos os cargos comissionados da Prefeitura de Mossoró”, explicou o chefe do Executivo municipal Allyson Bezerra.

“Hoje, a população pode ter facilmente acesso às informações sobre o funcionamento das secretarias, atribuições dos cargos comissionados e onde estão lotados”, concluiu o prefeito.

Na estrutura organizacional anterior existiam 38 escalões de cargos e dificuldade de se estabelecer a quantidade de cada um e quantos estariam realmente ocupados, onde e por quem.

Organização da estrutura do município

A Reforma Administrativa, elaborada pela equipe de técnicos e secretariado da área econômica da Prefeitura de Mossoró, tem como principal premissa estabelecer o ordenamento e organização do município, a partir da determinação das atribuições e organograma das secretarias, possibilitando mais eficiência nos serviços.

O novo ordenamento também proporciona o fortalecimento da organização municipal por meio do fluxo processual de pagamentos, que poderá ser feito por cada secretário municipal. Assim, o processo ganhará agilidade e otimização dos serviços.

Consultor-Geral do Município, Humberto Fernandes explica que “a nível de estrutura municipal nós tínhamos cinco leis organizando o município, portanto tornando difícil a compreensão de como se dá a estrutura organizacional do município de Mossoró”.

“Com a reforma, a gente revoga todas essas leis e cria uma lei única que regula todos os cargos comissionados, funções gratificadas e tudo que envolve a estrutura administrativa e que constava naquelas cinco leis. Portanto, além de promover a organização do município, a Reforma Administrativa facilita a compreensão, para a sociedade no geral, sobre como a estrutura organizacional funciona”, concluiu Fernandes.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Categorias
Política

Porcellanati tenta reabrir mesmo acumulando dívidas milionárias

A indústria Porcellanati tenta reabrir, após sete anos de total fechamento.

Apesar das sucessivas isenções fiscais, na época da sua abertura, a empresa não decolou.

Pelo contrário.

Fechada, ainda acumula dívida milionária com ex-empregados, sem qualquer previsão de pagamento.

São cerca de 5 milhões de reais só de dívida trabalhista a cerca de 250 ex-trabalhadores, além dos que atuavam na fábrica em Tubarão-SC.

O sindicato da categoria ainda tenta empreender ações em favor de ex-empregados que passam de 12 milhões e meio de reais.

É pouquíssimo provável que consiga reabertura.

Aliás, o terreno que hoje a Porcellanati ocupa, fruto de doação governamental, está em processo de reversão, para outros dois empreendimentos.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com