Reitora processa Conselho e leva puxão de orelha

Juiz avisa: “reitor não pode tudo”
Fotomontagem: BSV

A reitora da Universidade Federal Rural do Seminário (Ufersa), Ludimilla Oliveira, entrou com ação na Justiça para impedir o Conselho Universitário (Consuni) de derrubar o veto dela à retirada do quadro de Costa e Silva da sala da Reitoria.
O Consuni já havia decidido, por maioria de votos dos membros, que a homenagem a Costa e Silva, que presidiu o Brasil durante um período da ditadura militar, é inapropriada.
O quadro foi colocado na parede pela própria Ludimilla, que assumiu a Ufersa em agosto deste ano.
Na decisão, o juiz Lauro Henrique Lobo Bandeira, da 10 Vara Federal do RN, escreveu, em determinado trecho: “um reitor pode muito, mas não pode tudo, limitado que é às decisões do Conselho”.
Ludimilla assumiu a reitoria da Ufersa, após ser a terceira mais votada na consulta à Lista Tríplice. Naquela ocasião, perdeu para Rodrigo Codes, mais bem votado, e Jean Berg Alves, segundo colocado.

Polêmicas
De lá para cá, tem tomado uma série de decisões polêmicas.
É a primeira vez na história que uma reitora da Ufersa processa o Conselho Universitário, maior instância da instituição.
Após essa derrota na Justiça, Ludimilla desistiu da ação.
contatosaulovale@gmail.com
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.