Hospital também pede bloqueio de contas da Prefeitura

Hospital judicializa dívida da Prefeitura com serviço neonatal e de pediatria
Foto: web
A Junta Interventora do Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC) pediu judicialmente o bloqueio nas contas da Prefeitura. 
O motivo é a dívida que a Municipalidade acumula com os serviços neonatal e de pediatria, prestados pela Neoclínica. 
A dívida chega a R$ 678 mil e é refente aos meses de abril, maio e junho deste ano. 
A decisão deve ser tomada pela 8ª Vara da Justiça Federal, com sede em Mossoró.
Com isso, há dois pedidos diferentes de bloqueio de contas da Prefeitura devido a dívidas com entidades médicas: um feito pela Clínica de Anestesiologia de Mossoró, no valor de pouco mais de R$ 400 mil, e esse outro do HMAC, em favor da Neoclínica.
Siga-nos no Instagram.
contatosaulovale@gmail.com
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.