“Governo Fátima foi intransigente com a reforma”, afirma Aduern

Patrícia Barra é entrevistada no Enfoque Político

Foto: BSV


“O governo Fátima foi intransigente com a reforma da Previdência”. 

As palavras são da presidente da Associação dos Docentes da UERN (Aduern), professora Patrícia Barra, que compõe o Fórum Estadual dos Servidores.

Ela foi a entrevistada desta segunda-feira do Enfoque Político (Super TV).

“O governo não abria para negociação. Era somente imposição de alíquotas e de taxações de aposentados. Nós jamais concordaríamos com uma reforma como essa, que penaliza o servidor que ganha menos e privilegia quem ganha mais. É um projeto em que o funcionalismo só faz perder”, afirmou

“Somos  [Fórum dos Servidores] uma composição de sindicatos que representa mais de 80% do funcionalismo estadual e estamos contrários a essa reforma. Vamos continuar a mobilização virtual, para que os deputados e deputados votem contra esse projeto”, acrescentou.

Mesa de negociação

No dia 30 de janeiro deste ano, mais de 10 sindicatos abandonaram a mesa de negociação com a equipe econômica do Governo do RN.

Eles afirmavam que, naquele episódio, o governo apresentava a proposta de reforma, sem deixar claro qual seria o percentual de aumento na alíquota dos servidores e na taxação de aposentados.

O primeiro turno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da Previdência deve ser votada amanhã na Assembleia Legislativa. 

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.