Leovigildo coordena estudo de impacto do Mossoró Cidade Junina - Foto: BSV

Economista prevê que MCJ 2022 gere 5 mil empregos temporários

Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas (Faen) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), o professor Leovigildo Cavalcante prevê que o Mossoró Cidade Junina 2022 gere, em média, 5 mil empregos temporários, diretos ou indiretos.

“Estimamos que sejam gerados 5 mil empregos temporários, diretos ou indiretos, durante o final de maio, todo o mês de junho e início de julho, além de recordes de arrecadação para o período. O número de pessoas que vão estar participando deve girar entorno de 800 mil. Há uma perspectiva boa no que diz respeito à economia local”, disse, em entrevista ao Jornal da Tarde, da Rádio Rural de Mossoró, desta terça-feira.

“Há famílias que sobrevivem o resto do ano com esses extras que fazem no Mossoró Cidade Junina”, complementou.

Leovigildo coordena um sério estudo de impacto econômico do Mossoró Cidade Junina, feito pela Faen, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

O estudo deve ser publicizado no dia 29 de julho.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

WhatsApp Image 2024-03-18 at 6.26.43 PM
728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.