politica 728x90

Vereadores explicam formação da "Bancada Livre", nem tão livre assim

A formação da “Bancada Livre” na Câmara Municipal de Mossoró, composta pelos vereadores Aline Couto (PHS), João Gentil (PV) e Zé Peixeiro (PTC) não quer dizer um grupo partidário independente das demais bancadas. Pelo menos foi a afirmação dada pelos parlamentares na sessão ordinária desta quarta-feira (28).

“Eu continuo situação. Meu líder é o vereador Alex Moacir [líder do governo na Câmara]. Essa formação é apenas de um grupo partidiário, para ter direito a vez e voz ampliados na Câmara. Não tem relação com o Palácio da Resistência”, explicou a vereadora Aline Couto.

“Eu faço parte da bancada de situação. A formação desse bloco é só para a gente falar como liderança, a qualquer momento da sessão ordinária, quando for necessário”, afirmou Zé Peixeiro, nomeado líder da Bancada Livre.

“Sou livre. Sigo minha convicções”, afirmou vereador João Gentil (PV), que se declara independente (nem situação, nem oposição).

Nota do Blog: A nomenclatura dada oficialmente ao nome do novo grupo partidiário “Bancada Livre” não faz qualquer sentido. Por questões óbvias. 

Siga o Blog Saulo Vale no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]