Vacinação vai começar por crianças com comorbidade - Foto: Wilson moreno

Vacinação de crianças começa neste sábado em Mossoró

A prefeitura de Mossoró, anunciou no final da tarde desta sexta-feira (14) o início da vacinação de crianças na faixa etária de 5 a 11 anos a partir deste sábado (15) no município.  Duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão preparadas com equipes para realizar a imunização amanhã das 8h às 16h.

As UBSs que estarão vacinando as crianças amanhã são as seguintes: UBS Dr. Chico Costa, localizada na Rua 6 de Janeiro, vizinho a UPA do Santo Antônio e UBS Maria Soares da Costa, localizada na Rua Dona Lourdes Monte, ao lado da UPA do bairro São Manoel. A expectativa é que as doses do imunizante da Pfizer destinadas a vacinação de crianças de 5 a 11 anos cheguem em Mossoró por volta das 20h desta sexta-feira (14).

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP/RN) divulgou uma Nota Técnica onde aponta que 28.809 crianças de 5 a 11 anos devem ser vacinadas contra a Covid-19 em Mossoró. Porém esse primeiro lote de vacinas enviado para o município contém apenas 1.710 doses.

De acordo com a secretaria de Saúde, a imunização das crianças em Mossoró será realizada de forma escalonada, seguindo as orientações técnicas da Sesap. De acordo com a Nota Técnica Nº02/2022, a estratégia de vacinação inicial é que o imunizante seja destinado a crianças com comorbidades, deficiência permanente, indígenas e quilombolas e em seguida para as demais crianças desse grupo.

Segundo a Nota Técnica Nº02/2022 do Ministério da Saúde, os fatores de risco para COVID-19 grave em crianças relatados são: obesidade, diabetes tipo 2, asma, doenças cardíacas e pulmonares e doenças neurológicas, distúrbios do desenvolvimento neurológico e doenças neuromusculares.

A Secretaria de Saúde de Mossoró reforça também a importância dos pais realizarem o cadastro das crianças na plataforma RN+Vacina. O coordenador de imunizações de Mossoró Etevaldo de Lima explica que as pessoas que não conseguirem fazer o cadastro, o mesmo será feito no momento da vacinação. Etevaldo reforça ainda a importância de levar o cartão de vacina das crianças, um documento com foto e um documento que comprove a comorbidade.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.