Autonomia financeira da Uern é sancionada - Foto: Raiane Miranda

Uern tem maior marco desde a sua estadualização

A autonomia financeira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) representa o maior marco da instituição desde a sua estadualização, que se deu em 1986.

Sancionada ontem (29) pela governadora Fátima Bezerra (PT) e publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, a Lei n° 11.045 concede à Uern uma reivindicação de décadas.

A universidade já possuía autonomia administrativa e acadêmica.

Entretanto, todos os processos de pagamento eram realizados pelo Governo do Estado, até mesmo os mais simples, como água e luz.

Agora, a Uern vai gerir seu próprio orçamento, que será de R$ 290 milhões em 2022 e com perspectiva de aumentar anualmente.

Isso dá fim aos famigerados contingenciamentos que eram feitos por governos gestões após gestões.

O ato solene de sanção da lei foi um evento muito prestigiado, contando com participação expressiva da comunidade universitária, 4 ex-reitores, 3 prefeitos, 4 deputados estaduais e muitos ex-presidentes da Aduern, Sintauern e DCE.

Ufersa, Faculdade Católica do Rio Grande do Norte, OAB, CDL, Sindilojas, Rotary, além de lideranças católicas, evangélicas e do fórum de terreiros prestigiaram o ato.

Plano de cargos e concursos

Ainda ontem (29), no ato de sanção, a Reitora Cicília Maia, que teve papel fundamental na aprovação desse projeto na Assembleia Legislativa, entregou à governadora o plano de Cargos, Carreiras e Salários da categoria.

Há ainda a promessa do governo de concurso público para a Uern em 2022.

A universidade tem um impacto social e econômico imenso no estado, especialmente no interior.

Merece, e muito, essa conquista.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.