“Tem servidor que passa 12 horas com uma máscara cirúrgica”

Ozaniel Mesquita (ao meio): EPIs insuficientes na rede
Foto: web
Vereador pelo Democratas e servidor lotado no Samu Mossoró, o técnico de enfermagem Ozaniel Mesquita denuncia que não há materiais suficientes de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os servidores municipais.
“Tem servidor que passa 12 horas com uma única máscara [cirúrgica], quando o recomendado pelos órgãos de Saúde é o uso desse material por no máximo duas horas”, afirmou, em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta sexta-feira.
O parlamentar fez uma visita ontem (16) à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Belo Horizonte, acompanhado pelo vereador Petras Vinícius (DEM0 e pelo deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade).
“Há vários servidores afastados com suspeitas de coronavírus”, afirma o vereador ao alertar a Prefeitura de Mossoró para a necessidade de aumentar a disponibilidade de EPIs.

Nota da Prefeitura

“A Prefeitura divulgou uma nota, afirmando que não estava faltando EPIs. Como sempre, nós mostramos a realidade e depois a Prefeitura divulga nota nos acusando de mentir. Nós estivemos lá [UPA] e ouvimos a queixa de servidores sobre a falta de EPIs”, concluiu.
Siga-nos no Instagram.
contatosaulovale@gmail.com
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.