Senador quer prudência antes de qualquer pedido de impeachment

Jean Paul é entrevistado
Foto: print
Entrevistado pelo Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta segunda-feira (27), o senador Jean Paul Prates (PT/RN) afirmou que defende, dentro da legenda, que o Partido dos Trabalhadores não tome a iniciativa de pedidos de ‘impeachment’ do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
A ideia de um afastamento de Bolsonaro da presidência da República ganhou força depois da saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 
“Eu sou dos que, dentro do PT, defendem que se isso vier a acontecer [impeachment de Bolsonaro] não deve ser uma iniciativa do PT. Acho que a gente tem que se colocar no lugar de quem sofreu um impeachment [de Dilma] indevido. Acho que a gente tem que reunir mais condições e aprofundar investigações, seja por meio de CPI ou CPMI, como a da fake news. Temos que expandir essas investigações, para dentro do âmbito da própria conduta do presidente e da família dele”, afirmou.
Confira a entrevista completa (caso não consiga visualizá-lo, clique AQUI): 
Siga-nos no Instagram.
contatosaulovale@gmail.com
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.