politica 728x90
Beto e Rosalba: sobrinho-afim e tia - Foto: arquivo

Rosalbismo foi quem mais saiu enfraquecido nas eleições

O grupo da ex-prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) saiu com o pior cenário das eleições gerais de 2022.

O deputado federal Beto Rosado (Progressistas), sobrinho-afim de Rosalba, não conseguiu sua reeleição.

Ele era o único que detinha mandato neste agrupamento, após a derrota de Rosalba para Allyson nas eleições municipais de 2020.

Para a sobrevivência do grupo, Beto não podia ter deixado de vencer a eleição.

Só para se ter uma ideia, em Mossoró, Beto teve apenas 11.136 votos, ficando em terceiro lugar, atrás de Lawrence Amorim (Solidariedade), candidato de Allyson, que computou 33.303 votos, e de Pablo Aires (PSB), que chegou a 14.997 votos.

A votação para Beto, em Mossoró, seu principal colégio eleitoral, onde Rosalba foi prefeita quatro vezes, não foi nada favorável.

No RN, Beto teve expressivos 83.968 votos, graças ao desempenho em outros municípios.

A votação não foi suficiente à sua reeleição, devido o partido não ter atingido o quociente eleitoral.

Estadual

Para estadual, Rosalba apoiou dois nomes: Anax Vale (União Brasil) e Jorge do Rosário (Avante).

Os dois não foram eleitos e não lideraram os votos em Mossoró.

Jorge ficou em 4º lugar no município, com 6.861 votos, atrás de Jadson Rolim (Solidariedade), Tony Fernandes (Solidariedade) e Isolda Dantas (PT).

Anax ficou em 11º lugar, com 2.980 votos.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Banner_Sicoob_Saulo_728x90
728x90 (3)
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Banner_Sicoob_Saulo_400x400
[feed_them_social cpt_id=37056]