Aldeia Katu - Foto: G1

RN tem população de mais de 11 mil indígenas

Dando continuidade à divulgação dos resultados do Censo Demográfico 2022, o IBGE apresenta agora os primeiros resultados da população indígena do Rio Grande do Norte.

De acordo com a pesquisa, a população indígena residente no
Brasil é de 1.693.535 pessoas, correspondendo a 0,83% da população total do país recenseada em 2022.

A Região Nordeste é a segunda maior em concentração da
população indígena com 31,22% (528.800 pessoas indígenas) que, junto à Norte, que concentra 44,48% dessa população (753. 357 pessoas indígenas), reúnem 75,71% da população indígena residente no País.

No Rio Grande do Norte foram contadas 11.725 pessoas indígenas
distribuídas em 5.539 domicílios particulares permanentes ocupados com pelo menos um morador indígena. Esse número de moradores indígenas no estado representa 0,36% da população residente no RN, sendo o estado a 17ª unidade da federação com a maior proporção de pessoas indígenas na população residente.

Em 2010, o IBGE contou 2.597 pessoas indígenas no RN, o que
correspondia a 0,08% da população residente no estado, denotando que a população autodeclarada indígena mais que dobrou em 12 anos, com variação positiva de aproximadamente 350 %.

Por municípios

A distribuição da população indígena pelo Rio Grande do Norte, que em 2010 se espalhava por 99 municípios, em 2022 apontou para 121 municípios potiguares com residentes indígenas. Nove deles concentraram 80% de toda população indígena residente no estado da data de referência do Censo 2022. São eles: João Câmara (20,6%), Natal (15,3%), Macaíba (10,1%), Ceará Mirim (9,1%), Canguaretama (6,3%), Apodi (6,2%), Baía Formosa (4,8 %), Goianinha (4,4%) e
São Gonçalo do Amarante (3.5%).

Em valores absolutos, João Câmara é o município com o maior quantitativo de população indígena do estado (2.421 pessoas indígenas), o que corresponde a 7,27% da sua população indígena recenseada.

Natal é o município que apresenta o segundo quantitativo mais elevado de população autodeclarada indígena, concentrando 1.798 pessoas, seguido de Macaíba com 1.179 pessoas e de Ceará-Mirim com 1064 pessoas.

Embora não apareçam nas maiores posições no ranking de quantitativos absolutos de população indígena, os municípios de Baía Formosa, Jardim de Angicos e Canguaretama se destacaram como municípios com os maiores percentuais de pessoas indígenas no total de sua população residente, com 6,32%, 4,19% e 2,49% respectivamente, logo após de João Câmara (7,27%).

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

WhatsApp Image 2024-03-18 at 6.26.43 PM
728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.