Governadora participa de reunião com ministro da Saúde Foto: Elisa Elsie

RN pede informações sobre antecipação da 2ª dose

Ao participar da reunião do Fórum de Governadores do Brasil com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na manhã desta terça-feira (13), a governadora  Fátima Bezerra (PT) requereu informações sobre a antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca.

Estados como Espírito Santo, Piauí, Bahia, Tocantins, Acre, Pernambuco e Santa Catarina reduziram o prazo de 90 dias para quatro semanas à aplicação da segunda dose, diante da ameaça da variante Delta.

“O Ministério da Saúde ficou de dar uma posição para todos os estados com relação a esse pleito de antecipação da segunda dose da vacina”, disse a governadora.

A posição dos estados, de querer antecipar a aplicação da segunda dose, vem após a fabricante AstraZeneca apontar que a vacina é eficaz quando aplicada a partir da quarta semana.

Calendário de vacinas

O Governo do RN também solicitou ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga um calendário com data de entrega e quantidade de vacinas.O estado quer vacinar, com a primeira dose, toda a população acima de 18 anos até setembro.

Marcelo Queiroga disse que o Ministério vai fazer o cronograma por semana e deliberar no PNI sobre a reivindicação de antecipação da segunda dose para os vacinados com AstraZeneca Oxford e Pfizer. O ministro informou que a previsão é de entregar, a todos os estados, 41 milhões de doses de vacinas neste mês de julho e de 60 milhões no mês de agosto.

Ao reivindicar medidas imediatas ao Ministério da Saúde, dentro do PNI, a governadora do Rio Grande do Norte registrou que as aulas na rede pública do Estado estão previstas para reiniciar de forma híbrida no próximo dia 19. “Certamente com a antecipação da segunda dose e com o cumprimento das medidas protetivas, estaremos dando mais segurança aos alunos e trabalhadores que atuam na Educação. As medidas de definição do calendário de entrega e normas nacionais para a retomada da educação, respeitando especificidades de estados e municípios, precisa ser rápida por parte do Ministério para que possamos proporcionar mais segurança à população como um todo e evitar retrocessos no combate à pandemia”, defendeu Fátima Bezerra.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.