Professores paralisam aulas remotas por atraso de salários

Os professores da rede municipal de ensino paralisaram as aulas remotas.

Motivo: Hoje já é 8 de junho e o salário base do mês de maio ainda não caiu na conta dos educadores. Pedem também a correção do cálculo das horas.

O movimento, encabeçado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserpum), avisou ainda que as aulas poderão ser suspensas novamente caso o salário do mês de junho não seja creditado até o último dia útil do mês na conta dos professores.


“O sindicato já havia denunciado na última semana que a Prefeitura está com mais de R$ 6 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb retidos em caixa, e atrasando os salários dos professores, apesar de estar exigindo que realizem aulas remotas utilizando seus próprios equipamentos e internet, além de exporem a sua privacidade”, afirmou o Sindiserpum em nota.


Siga-nos no Instagram.


contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.