Professor Souto (de óculos) e crianças quilombolas - Foto: cedida/com autorização

Professor da Ufersa aprova projeto de experiências com crianças do quilombo

O professor Francisco Souto de Souza Júnior, do Departamento de Ciências Humanas (CCSAH/Ufersa), docente do Programa de Pós-Graduação em Cognição, Tecnologias e Instituições (PPGCTI) foi um dos 12 contemplados da Ufersa, na relação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no seu edital de apoio à pesquisa no Brasil.

O projeto “Divulgação científica no quilombo: crianças como indicadores da representatividade negra da ciência e dos cientistas”, baseado em experiências junto a crianças do quilombo localizado na serra de Portalegre, região Oeste do Rio Grande do Norte.

“Este projeto tem como objetivo divulgar cientistas negros e negras e identificar a percepção que crianças quilombolas tem dos cientistas e da ciência em seu imaginário, baseado na análise semiótica de desenhos produzidos por crianças com faixa etária entre 5 e 10 anos, em duas comunidades quilombolas da cidade de Portalegre no Rio Grande do Norte”, explica Souto.

O edital do CNPq tem como objetivo apoiar projetos que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico e de inovação em qualquer área do conhecimento.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.