politica 728x90

Presidente do PSL afirma que faz “oposição de direita” à gestão Rosalba

Presidente do PSL: conversas com políticos e empresário, para 2020

Foto: arquivo

É uma oposição de direita. Foi assim que o presidente municipal do PSL, médico Daniel Sampaio, definiu o partido em relação ao governo Rosalba Ciarlini (PP).

“Mossoró está parada, cheia de buracos, sem emprego, falta de policiamento adequado e sem investimentos em saúde. Nós não temos nenhum raio-x na saúde funcionando”, criticou, em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta segunda-feira (25).

Ainda segundo o presidente, a legenda planeja lançar candidaturas à Câmara Municipal e à Prefeitura de Mossoró. “Nós estamos conversando com políticos e empresários para pensar o desenvolvimento da cidade. Esse grupo quer se fortalecer para as eleições de 2020”, acrescentou, sem citar nomes.

Aliança foi apenas eleitoral

No segundo turno das eleições de 2018, o PP da prefeita Rosalba Ciarlini e o PSL local estiveram no mesmo palanque, numa dobradinha Carlos Eduardo Alves (PDT) para o governo e Jair Bolsonaro (PSL) para à presidência.

Deu tudo errado no plano local.

Carlos Eduardo e o vice Kadu Ciarlini, filho de Rosalba, perderam em Mossoró por 10.568 votos de diferença sobre Fátima Bezerra, candidata vitoriosa. Já Haddad (PT) teve vantagem de 24.156 votos na segunda maior cidade do RN.

E a aliança PP e PSL locais terminou junto com a eleição.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]