Foto: reprodução

Porcellanati tenta reabrir mesmo acumulando dívidas milionárias

A indústria Porcellanati tenta reabrir, após sete anos de total fechamento.

Apesar das sucessivas isenções fiscais, na época da sua abertura, a empresa não decolou.

Pelo contrário.

Fechada, ainda acumula dívida milionária com ex-empregados, sem qualquer previsão de pagamento.

São cerca de 5 milhões de reais só de dívida trabalhista a cerca de 250 ex-trabalhadores, além dos que atuavam na fábrica em Tubarão-SC.

O sindicato da categoria ainda tenta empreender ações em favor de ex-empregados que passam de 12 milhões e meio de reais.

É pouquíssimo provável que consiga reabertura.

Aliás, o terreno que hoje a Porcellanati ocupa, fruto de doação governamental, está em processo de reversão, para outros dois empreendimentos.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.