Categoria faz atos para pressionar governo - Foto: reprodução

Policiais civis rejeitam proposta do governo e marcam novos atos

Depois de um dia de mobilização no Centro Administrativo, nesta quinta-feira, 18, os policiais civis receberam uma proposta do Governo do Estado em relação à valorização salarial. No entanto, houve uma recusa por parte da categoria. Com isso, a suspensão das diárias operacionais deve continuar e  foi marcado um novo ato público nesta sexta-feira, 19, desta vez, na Central de Flagrantes.

A partir das 8h, os policiais civis vão se concentrar em frente ao prédio onde funciona a Plantão Zona Sul de Natal. Inclusive, as equipes das plantões Zona Norte e Parnamirim também devem estar presentes, assim como as demais delegacias da Grande Natal.

Proposta

De acordo com Nilton Arruda, presidente do Sinpol-RN, em mesa de negociação, na tarde desta quinta-feira, os representantes do Governo do Estado apresentaram uma tabela com um percentual de reajuste de 4,6%, o que, para a categoria, está bem abaixo do que é justo, inferior aos percentuais oferecidos as outras forças da Segurança Pública.

O Governo ficou de discutir, através do Comitê Gestor, a construção de uma nova tabela para apresentar nesta sexta-feira.

“Esperamos que o Governo apresente uma proposta melhor do que essa, trazendo realmente uma valorização mais justa para a categoria. Nossa luta seguirá firme e os policiais civis estão dispostos a endurecer o movimento caso não tenhamos avanços concretos”, completou Nilton Arruda.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.