Partido pode complicar destino de vereador

Vereador poderá entrar em conflito judicial para mudança de partido
Foto: Edilberto Barros
Se depender do Partido da Mulher Brasileira (PMB) o vereador mossoroense Alex do Frango (PMB) poderá ter sérias complicações para sua proposta de mudança partidária.
Na última semana, ele anunciou que sairia da sigla para se integrar ao Partido Verde (PV), inclusive assumindo a presidência da legenda em Mossoró. 
Acontece que para realizar essa mudança, ele precisa primeiro da carta de anuência do PMB e depois pedir autorização ao Tribunal Regional Eleitoral.
“Há uma resistência nos diretórios estadual e municipal do partido. O mandato é do PMB. Não acredito que o partido vá liberar”, admitiu o primeiro suplente de vereador Wellington do Samu (PMB).
A presidente municipal do PMB em Mossoró, nutricionista Leodise Cruz, também não garantiu carta de anuência. “Eu fiquei sabendo da intenção dele de comandar outro partido pela imprensa. Estou aguardando ele me procurar para oficializar o pedido de saída do PMB”, desconversou.
Sem a carta de anuência, o vereador pode ir à Justiça para tentar sua desfiliação. O PMB tem prerrogativa de requerer o mandato pela mesma via. Tendo êxito, o primeiro suplente Wellington do Samu seria beneficiado.
Siga-nos no Instagram.
contatosaulovale@gmail.com
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.