Oposição quer retorno de sessões e afirma que Câmara está “a reboque do Executivo”

Bancada se manifesta

Fotos: montagem


A bancada de Oposição ao governo Rosalba Ciarlini (PP) na Câmara Municipal de Mossoró emitiu dura nota direcionada à presidente da Casa, Izabel Montenegro (MDB).

O motivo é a falta de sessões do Legislativo mossororense.

A última, lembra a nota, foi dia 17 de março, há mais de um mês. 

“Sabemos que outras câmaras municipais pelo país, citando caso específico de Natal, estão realizando sessões remotas (via internet), com ótimos resultados”, diz trecho da nota.

“Entendemos que é injustificável que siga [a Câmara] fechada e a reboque do Poder Executivo”, alfineta a nota em outro trecho.

“Nós, vereadores da Oposição, pedimos a realização de sessões remotas, para que sejamos e continuemos a ser voz dos que estão com problemas ainda maiores nessa pandsmia”, acrescenta.

O documento é assinado pelos vereadores Gilberto Diógenes (PT), Genilson Alves (Pros), Petras Vinícius (DEM), Ozaniel Mesquita (DEM), Raério Araújo (PSD) e Alex do Frango (PV).

Confira o documento completa enviado a Izabel Montenegro:


contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.