politica 728x90

“Não é possível culpar Proedi”, rebate governo sobre atrasos salariais da Prefeitura

A Prefeitura de Mossoró culpou ontem (31) as mudanças no Proedi, que ocasionaram quedas no ICMS, pelos atrasos salariais dos servidores públicos municipais, referentes ao mês de outubro.

A municipalidade só vai concluir a folha do mês de outubro na próxima semana.

 

O Governo do RN usou suas redes sociais para rebater à Prefeitura e afirmou que “não é possível culpar o Proedi pelo atraso de pagamento dos servidores de Mossoró”.

Uma guerra de informação.

O Governo explicou o seguinte:     

1) A folha de pagamento de Mossoró custa R$ 25 milhões, já a redução foi de R$ 526 mil, ou seja 2% da folha. (…)

2) Além disso, a Prefeitura de Mossoró estimou R$ 90 milhões de ICMS para 2019, até setembro deste ano, entraram nos cofres públicos R$ 91,5 milhões. E estimativas para receber mais R$ 30 milhões.

3) Portanto… não é possível culpar o PROEDI pelo atrasado de 40% dos servidores municipais. Dados: Portal da Transparência/Prefeitura de Mossoró. Mês de referência: agosto de 2019.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]