politica 728x90

MP pede suspensão imediada da “Taxa de Bombeiros”

MP afirma que serviços já são de responsabilidade da segurança pública
Foto: Assessoria MP
O Ministério Público do RN pediu ao Tribunal de Justiça a imediata suspensão da cobrança da “Taxa dos Bombeiros”, que vem sendo cobrada no momento do pagamento do IPVA 2019. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) foi ajuizada na tarde desta quarta-feira (9).
 
A taxa visa cobrir os custos da prevenção e combate a incêndios, busca e salvamento em imóveis localizados no estado e em veículos licenciados. É cobrado R$ 25 para motocicletas e R$ 25 para carros de passeiro.
 
Segundo o MPRN, esses serviços já são inerentes à segurança pública estadual. Seu custeio deve ser arcado com recursos dos impostos, “visto que são colocados à disposição, indistintamente, de toda a coletividade, e não por taxas, na exata medida em que estas somente podem ser instituídas ’em razão do poder de polícia ou pela utilização, efetiva ou potencial, de serviços públicos específicos e divisíveis, prestados ao contribuinte ou postos a sua disposição’”.
Siga-nos no Instagram.
contatosaulovale@gmail.com
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]