politica 728x90
Comércio e serviços devem gerar muitos empregos - Foto: reprodução

Mossoró deve abrir até 1.800 empregos temporários

O último trimestre é um dos períodos mais aguardados pelos negócios do Comércio de Bens e Serviços. Para atender a demanda gerada pelas vendas de final de ano, muitas empresas precisam ampliar suas equipes e acabam por investir na contratação de novos funcionários.

Em 2023, de acordo com projeção do Instituto Fecomércio RN (IFC), esses segmentos devem gerar até 1800 vagas de emprego temporário no município de Mossoró.

A maior parte das oportunidades, de 900 a 1.000 destas vagas, estará concentrada no setor de Serviços; enquanto, no Comércio, devem ser gerados de 500 a 800 novos postos de trabalho. Para o vice-presidente da Fecomércio RN e do Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró, Michelson Frota, os empregos temporários são uma ótima forma de conquistar espaço no mercado formal.

“Essa é uma grande oportunidade para quem está procurando trabalho, já que aproximadamente 60% das vagas são para o mercado formal – ou seja, com carteira assinada. Apesar de serem contratos temporários, muita gente que se destaca nessas vagas acaba sendo efetivado e consegue se firmar no quadro das empresas. Para conquistar um contrato duradouro, porém, é fundamental buscar qualificação profissional”, explicou Michelson.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Banner_Sicoob_Saulo_728x90
728x90 (3)
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Banner_Sicoob_Saulo_400x400
[feed_them_social cpt_id=37056]