Jubileu foi morto vítima de latrocínio - Foto: rede social

Morte de cinegrafista provoca mais um clamor popular por justiça

A lamentável morte do cinegrafista e apresentador Carlos Jubileu, de 24 anos, ocorrida na noite deste domingo (4) é mais um clamor popular por justiça.

Ele foi morto de forma brutal no bairro Sumaré, em Mossoró, vítima de latrocínio.

Jubileu, como era mais conhecido, trabalhou na extinta Super TV e na TV Cidade Oeste. Mantinha um canal no Youtube com cobertura de vaquejadas, que ele tanto amava.

Convivi com ele diariamente quando trabalhamos na Super TV, por anos.

Sempre muito brincalhão e sorridente, levava alegria e descontração por onde passava.

Esperamos que as investigações sejam feitas de forma célere e transparente, para que esse crime seja elucidado.

Políticos se pronunciam

Diversos se pronunciaram lamentando a morte prematura de Jubileu. Foi o caso do prefeito mossoroense Allyson Bezerra (União Brasil) e da deputada estadual Isolda Dantas (PT).

Eles cobraram celeridade nas investigações.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.