Justiça dá prazo para Prefeitura repor salários descontados


Juíza impõe multa diária em caso de desobediência

Foto: Reprodução/G1


A juíza Adriana Santiago Bezerra, da 3ª Vara da Fazenda Pública, determinou que a Prefeitura de Mossoró reponha os salários descontados dos professores que aderiram ao movimento de greve, que foi de 8 de março a 17 de abril deste ano.


A Prefeitura havia pago os salários do mês de abril, descontando os dias em que os professores aderiram à paralisação.


Por decisão judicial, tem agora até o próximo dia 20 para fazer a recomposição salarial. Se não fizer, multa de R$ 10 mil por dia. 

“A sentença é uma vitória para os professores, para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), mas também para a coletividade dos servidores públicos, que tiveram reafirmado o seu direito à greve como instrumento legal de luta pelos seus direitos”, comemorou a presente do sindicato, Marleide Cunha.

Os professores vão repor as aulas conforme acordado no Conselho Municipal de Educação.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.