politica 728x90

Izabel reage à ação que tenta impedir sua posse

Posse da presidente reeleita está prevista para quinta-feira

Foto: Edilberto Barros

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), se manifestou na ação que pede a suspensão da posse da Mesa Diretora, marcada para acontecer na próxima quinta-feira (3/01). A defesa alegou que não há a necessidade de julgar o caso em regime de plantão, como o grupo dos seis vereadores, autores da ação, pediu nos autos.

Afirmou ainda que a ação se dá por motivação política, em retaliação ao projeto que retoma a verba de gabinete, já aprovado no plenário, mas que ainda não está em vigor. Izabel, que é contrária à proposta, afirmou que só vai liberar o recurso com aval do Tribunal de Contas do Estado.

Disse ainda que o projeto que autorizou à reeleição dela foi aprovado pela maioria dos parlamentares.

O processo já está na mesa da juíza Giuliana Ferreira de Souza, que está de plantão até este domingo (30).

Os vereadores Alex do Frango (PMB), Aline Couto (sem partido), Didi de Arnor (PRB), Genilson Alves (PMN), Zé Peixeiro (PTC) e Sandra Rosado (PSDB) questionam a validade da eleição ocorrida em 24 de outubro de 2017, que escolheu a Mesa Diretora para o biênio 2019/2020. Eles tentam impedir, na Justiça, a posse de Izabel.

O advogado da emedebista é Marcos Araújo. Já o do grupo dos seis vereadores é Diego Tobias. Processo nº 0800091-09.2018.8.20.5300.

Leia mais: Grupo de vereadores tenta na Justiça impedir posse de Izabel

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]