Ludimilla quer Polícia Federal no caso - Foto: Jose Aldenir

Inconformada com 2º lugar, reitora diz que vai levar eleição da Ufersa à PF

Em atitude inédita e surpreendente, a reitora da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), professora Ludimilla de Oliveira, enviou nesta sexta-feira um documento ao Conselho Universitário (Consuni) em que põe em dúvida à lisura da consulta à Lista Tríplice da instituição.

Mais do que isso: garante que vai levar o caso à Polícia Federal.

No dia 5 passado, o oposicionista Rodrigo Codes foi o primeiro colocado na disputa, tendo ela ficado em segundo e Jean Berg Alves em terceiro.

No documento enviado ao Consuni, Ludimilla elenca denúncia originada da Ouvidoria de que “alunos especiais de pós-graduação estariam indevidamente na lista dos votantes” e solicita a “necessária apuração dos órgãos competentes e da presidência deste Conselho Universitário”.

Ela também questiona pontos do SigEleição, sistema utilizado na maior parte das universidades federais. A própria Ufersa utilizou esse mesmo método em 2020. À época, Ludimilla tirou em terceiro lugar e foi nomeada pelo então presidente Jair Bolsonaro (PL), sem qualquer questionamento ao sistema eleitoral.

A própria Superintendência de Tecnologia de Informação e Comunicação da Ufersa esclareceu as questões levantadas pela reitora [confira AQUI]. Ainda assim, ela disse que encaminharia, de forma monocrática, as denúncias à Polícia Federal.

A Ufersa tem até o dia 01/07/2024 para envio da Lista Tríplice ao Ministério da Educação (MEC). A posse deve ocorrer em agosto.

No ano passado, o presidente Lula (PT) garantiu, em reunião com reitores de todo o país, que vai nomear o primeiro colocado, o que sepulta a expectativa de Ludimilla de se repetir o que ocorreu em 2020: ela ser nomeada sem encabeçar a lista.

Nota do Blog Saulo Vale: A atitude de Ludimilla de Oliveira é ridícula, esdrúxula, decepcionante. O documento da reitora, em anexo abaixo aos nossos leitores, é um desrespeito até em quem votou nela e à própria Ufersa. Ainda que a denúncia fosse verdadeira, nem mudaria o resultado da Lista Tríplice. Ela sabe mais do que eu, você e todo mundo, que não há a mínima chance de sua nomeação ou de seguir à frente da instituição. O seu mandato termina em agosto. O presidente da República não é mais Bolsonaro. O próximo reitor é Rodrigo Codes, o primeiro colocado. Melhor seria ficar marcada por encabeçar uma transição tranquila e respeitosa e não querer conturbar o processo. Ainda há tempo, reitora.

AQUI o documento de Ludimilla.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.