politica 728x90

Greve da UERN completa 100 dias

A greve dos professores da Universidade do Estado do RN (UERN) já ultrapassa os 100 dias, sem que o Governo do Estado tenha apresentado uma única proposta para o fim do movimento paredista.

Segue esquecida.

A categoria afirma que só retorna aos trabalhos com uma proposta de atualização salarial. Difícil de acontecer. É só dizer que a previsão mais otimista do Governo do Estado é concluir o pagamento da folha atrasada de janeiro no mês de março.

São mais de 10 mil alunos, mais de mil professores, mais de 800 técnicos.

A maior greve da instituição foi em 2015, no governo Robinson Faria (PSD), com 147 dias de paralisação.

Siga o Blog Saulo Vale no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]