politica 728x90

Falta de quórum vira rotina na Câmara Municipal de Mossoró

Leitura da LOA é novamente adiada

Foto: Blog Carol Ribeiro

Mais uma vez, a Câmara Municipal de Mossoró (CMM) não realizou a sessão ordinária, por falta de quórum (número de parlamentares insuficientes para abrir uma sessão).

Dos 21 vereadores, dez compareceram ao plenário nesta quarta-feira (25). Depois, caiu para sete e terminou reduzido a seis. Outros seis cumprem agenda em Brasília, na Marcha dos Vereadores. Para abrir a sessão, é necessária a presença de pelo menos sete parlamentares; já para votação de projetos, 11.

Com isso, fica novamente adiada o início da leitura da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019, que estava pautada para a terça-feira (24), mas que não foi iniciada pelo mesmo motivo. A LOA é a lei que estabelece as despesas e receitas que serão realizadas no próximo ano.

No momento da contagem, estavam presentes no plenário nesta quarta-feira: Genilson Alves (PMN), Ozaniel Mesquita (PR), Rondinelli Carlos (PMN), Francisco Carlos (PP), Emílio Ferreira (PSD) e Maria das Malhas (PSD).

Retorno: A assessoria de comunicação da Câmara Municipal de Mossoró afirmou que houve sessão ordinária nesta quarta-feira, com pronunciamento e aparte dos vereadores. O que não houve, por falta de quórum, foi a Ordem do Dia, que é quando são votados projetos de lei. Destacou ainda que a última sessão que não aconteceu por falta de quórum foi no dia 12/03/2018.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]