Em ação do Sindsaúde, Governo do RN se posiciona contra 'lockdown'

Em manifestação à ação judicial impetrada pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindisaúde), o Governo do RN se posicionou neste sábado (16) contra o ‘lockdown’ na região metropolitana de Natal.

“O Comitê [Técnico da SESAP], após exaustiva análise da conjuntura atual, conclui que ‘não existem fundamentos que se justifiquem agora a decretação de lockdown (ou quarentena total, como chamado na liminar) mais restrito. As medidas adotadas pelo estado de isolamento e distanciamento social, com o uso de máscaras faciais nos espaços públicos, já são suficientes, no momento, para evitar o colapso do sistema [de Saúde]”, afirma o documento.

O Governo do RN declarou ainda, no mérito, que a decisão de se decretar uma medida de quarentena total compete exclusivamente a governadora e aos prefeitos. 

Sindsaúde

O Sindsaúde pediu que a Justiça determine que Prefeitura de Natal e Governo do RN decretem lockdown na região metropolitana, como medida de evitar a rápida contaminação do coronavírus.

Entretanto, Prefeitura de Natal e Governo do RN já se manifestaram, na ação, contrários à medida. 

A Justiça deve decidir se acata ou não o pedido do Sindsaúde nos próximos dias. 

Em tempo: Há também outra ação judicial que pede lockdown em Mossoró, também impetrada pelo Sindsaúde. Nesta ação, Governo do RN e Prefeitura de Mossoró ainda vão se manifestar. Os dois já afirmaram ser contra a medida. 

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.