Deputado afirma que medidas tomadas por Fátima são “insuficientes”

Bernardo: críticas ao governo Fátima

Foto: BSV

Insuficientes.

Foi assim que o deputado estadual Dr. Bernardo (Avante) avaliou as medidas tomadas pelo Governo Fátima Bezerra (PT) para reequilibrar as falidas contas do RN.

“Eu acho que o governo Fátima tomou medidas muito simbólicas que não resolvem o quadro dramático do estado, com relação ao déficit, que é tremendo. Reduzir valores de diárias de governador e vice-governador e rescindir contratos com restaurante não vão resolver. Até agora não houve efetivamente uma discussão de medidas para resolver a questão desse déficit. Vai acabar estourando lá na frente. Não tem milagre”, alertou, em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta quinta-feira (13).

Atualmente, o RN tem um déficit mensal na previdência de R$ 130 milhões/mês. É a segunda pior situação da previdência no Nordeste, ficando atrás apenas da Bahia.

Mudança de partido

Questionado sobre possível saída do seu partido, o Avante, o deputado afirmou que recebeu convite para se filiar ao MDB, presidido no estado pelo ex-senador Garibaldi Alves Filho (MDB), mas que a questão não está definida. “Por enquanto, me mantenho no Avante. Não estou preocupado com essa questão [de mudança partidária]. Se acontecer, não será agora”, afirmou.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.