Coronel Azevedo: gesto de desdém - Foto: João Gilberto

Deputadas querem intervenção da procuradoria, após agressões de Azevedo

Do Blog Virgínia Coelli

Foi oportuno e essencial os pronunciamentos das deputadas Eudiane Macedo(PV) e Divaneide Basílio (PT) em defesa da deputada Isolda Dantas (PT), agredida verbalmente pelo deputado Coronel Azevedo(PL), durante votação de matéria na Comissão de Finanças, na última quarta-feira.

As deputadas pediram a intervenção da Procuradoria da Mulher, criada recentemente pela Assembleia Legislativa, para tomar providências sobre o caso. “É preciso que isso seja feito imediatamente em defesa das cinco parlamentares. Estamos sendo vítimas constantemente de violência política de gênero”, declararam.

Agressão

A agressão aconteceu durante a votação do projeto do ICMS. O relator deputado Azevedo, não gostou da posição da deputada Isolda e afirmou que ela “tinha engolido muita fumaça” ao apresentar os argumentos contrários ao parecer do relator. Sabendo da gravidade da acusação, ainda durante a reunião da CF, ele tentou amenizar dizendo que a frase fazia referência às queimadas na Amazônia.

O deputado Coronel Azevedo estava no plenário durante os pronunciamentos de solidariedade das deputadas. Ele ouviu mas resolveu ignorá-las. Um gesto de desdém que demonstrou mais uma vez o comportamento machista do parlamentar.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

WhatsApp Image 2024-03-18 at 6.26.43 PM
728x90
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Feed Them Social: TikTok Feed not loaded, please add your Access Token from the Gear Icon Tab.