politica 728x90

Com extras, governo planeja pagar 'atrasados', 13º e fornecedores

Secretário de Planejamento fala sobre programação do governo para ‘extras’

Foto: BSV

Com a chegada de recursos da cessão onerosa do pré-sal e da venda da folha de pagamento ao Banco do Brasil, o Governo do RN planeja pagar uma parte dos salários atrasados e das dívidas com fornecedores, além de todo o 13º salário de 2019 para os servidores.

Foi o que afirmou o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta quarta-feira (4).

Da venda da folha, o governo terá R$ 123 milhões para salários e da cessão onerosa o RN estima receber R$ 450 milhões, recursos extras que chegarão aos cofres do estado no final deste ano.

Cessão onerosa

No caso da cessão onerosa, ainda que o recurso só possa ser aplicado em investimento e Fundo Previdenciário, isso vai fazer com que o Governo do Estado desafogue a fonte de recursos próprios, chamada de ‘fonte 100’, e direcione-os para pagamento dos salários e fornecedores.

Aldemir admitiu ainda em entrevista que parte das folhas salariais de 2018 seguirá em aberto. “Nós estamos montando o pacote de recursos e, a partir daí, nós vamos definir [o destino das verbas]”, explicou, garantindo que “com esses extras, nós vamos pagar parte dos salários atrasados, o 13º de 2019 e parte [do atrasado] dos fornecedores”, explicou.

Atualmente, o governo deve três folha salariais: uma parcela de novembro de 2018, além das folhas integrais de dezembro e 13º daquele mesmo ano.

Em tempo: A matéria sobre a cessão onerosa foi aprovada ontem (3) no Senado Federal e segue agora para a Câmara dos Deputados.

Assista parte da entrevista (caso não consiga visualizar o vídeo abaixo, clique AQUI).

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]