Campanha de Vacinação contra Influenza começa hoje

Idosos e profissionais de saúde serão vacinados primeiro

Foto: divulgação

Tem início nesta segunda-feira (23) a Campanha de Vacinação contra a Influenza, que este ano acontecerá em três etapas. O período de imunização se estende até o dia 22 de maio, e nesse primeiro momento serão vacinados os idosos a partir de 60 anos, e os profissionais da saúde.

A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Saúde, realizará a imunização dos mais de 95 mil mossoroenses que fazem parte do público alvo da campanha, com equipes que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

As pessoas que integram o público-alvo devem levar cartão de vacina, cartão SUS ou documento com foto para ser imunizado. 

Evitar aglomerações

De acordo com o Coordenador da Atenção Básica, Gledson Dias, cada UBS adotará um esquema de vacinação que melhor se adeque à realidade do local onde está inserida, seguindo recomendações do Ministério da Saúde, para evitar aglomeração nas salas de espera, já que o público-alvo da campanha de vacinação é, em sua maioria, pessoas que fazem parte no grupo de risco do novo coronavírus.

O coordenador Municipal de Imunizações, Etevaldo de Lima, destaca algumas das recomendações do Ministério da Saúde repassadas para a Coordenação da Atenção Integral do Município.

“Não foi definido um esquema padrão, entre as sugestões as seguintes medidas: realizar a triagem do público que vai a UBS; vacinação em domicílio dos idosos que tem dificuldade de locomoção e acamados; abrir mais de uma sala de vacina, específica para a vacinação contra a influenza; orientar ao idoso a voltar em outro momento, caso a UBS já esteja com a quantidade de pessoas determinado pelo MS; agendar a vacinação; que se a UBS estiver com um fluxo de mais pessoas, o mesmo retorne em outro momento; realizar a vacinação em um espaço maior, como escola, ou igreja no bairro”, ressalta.

Segunda e terceira etapas:

A partir do dia 16 de abril tem início a segunda etapa da campanha, com a vacinação de professores, forças de segurança e salvamento, indivíduos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. 

Professores têm que levar declaração da escola; doentes crônicos e outras condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica com indicação para a vacina; forças de segurança e salvamento também precisam mostrar documento que comprove atuação profissional.

A terceira etapa inicia no Dia D de mobilização nacional, 9 de maio, para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, indivíduos de 55 a 59 anos, população privada da liberdade e funcionários do sistema prisional.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.