Câmara quer explicações sobre contratos do lixo

Requerimento é de autoria do oposicionista Gilberto Diógenes (PT)

Foto: Edilberto Barros

O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou hoje, à unanimidade, um requerimento que exige explicações à Prefeitura sobre os contratos com a limpeza urbana.

O documento é de iniciativa do vereador oposicionista Gilberto Diógenes (PT).

“A coleta de lixo no município tem sofrido sucessivas paralisações, ao mesmo tempo em que os contratos [com a empresa responsável – Vale Norte] tem sido reajustado em altos valores”, justificou o parlamentar.

“A Prefeitura já se pronunciou em nota oficial e garantiu não ter dívidas com a empresa, inclusive vai notificá-la pelas paralisações”, minimizou o líder do governo, vereador Alex Moacir (MDB), ao justificar a aprovação do requerimento.

De acordo com o Regimento Interno da Câmara, a Prefeitura tem 30 dias úteis para se pronunciar sobre pedidos de requerimento da Casa.

Contratos milionários


De acordo com o Blog Carlos Santos, em matéria publicada no dia 10 de agosto, a Vale Norte Construtora Ltda. da Bahia teve recente um reajuste em seu contrato com a Prefeitura de 7,1021%. O valor original do contrato é de R$ 95.672.777,28 (Noventa e Cinco Milhões, Seiscentos e Setenta e Dois Mil, Setecentos e Setenta e Sete Reais e Vinte Oito Centavos).


O reajuste garantirá um acréscimo/mês de aproximadamente R$ 141 mil (ou quase R$ 1,7 milhão/ano) em cima do que já é pago à empresa.


Siga-nos no Instagram.


contatosaulovale@gmail.com

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.