politica 728x90
João Maria Alves perde cargo na AL após escândalo - Foto: reprodução

Assembleia Legislativa exonera diretor acusado de assédio sexual

A Assembleia Legislativa do RN informou na tarde desta segunda-feira a exoneração do servidor João Maria Lima, que estava à frente da Escola da Assembleia.

Ele foi denunciado ao Ministério Público do RN por escândalo de assédio sexual contra a servidora da Casa e jornalista Sayonara Alves, conforme noticiou hoje, em primeira mão, o jonalista Dinarte Assunção, do Blog do Dina.

A denúncia, feita por Sayonara ao MP, foi encaminhada à Polícia Civil.

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte comunica que diante da denúncia de assédio resolveu exonerar o diretor da Escola da Assembleia.

O Poder Legislativo afirma que repudia assédios de quaisquer natureza, ao mesmo tempo em que acompanha com atenção o encaminhamento dos fatos que estão sendo apurados.

_Palácio José Augusto_

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

“Em 60 dias, o inquérito da Polícia Civil deve ser concluído e remetido ao MP ou com pedido de indiciamento ou com proposta para arquivamento da apuração. Só então, o Ministério Público do RN decide o que fará, se apresenta uma ação penal ou se arquiva tudo. Uma ação civil também pode ser movida em face de o caso estar se passando em repartição pública, configurando desvio da finalidade do erário”, escreveu Dinarte Assunção.

João Maria lançou nota sobre o assunto.

“É com perplexidade que recebi as acusações imputadas à minha pessoa,veiculadas em blogs na data de hoje. Sou acometido de inverdades e injúrias construídas a partir de narrativas falaciosas e que não refletem a verdade.

A tentativa de fazer ilações atenta contra a conduta de uma pessoa de bem.

Minha vida é pautada na dedicação à minha família e à educação, carreira que abracei desde cedo e que consegui desbravar e empreender em todos os projetos a que me propus a fazer.

Sou um homem de fé, acredito na justiça de Deus, dos homens e na

consciência tranquila de quem sempre pauta sua vida no fazer o bem e levar à educação como doação.

Sou o maior interessado na apuração rigorosa dos fatos, e, portanto, já solicitei exoneração do cargo público que exerço em respeito ao compromisso público que sempre mantive. Farei a minha defesa alicerçado sempre na verdade, e toda manifestação oficial será oportunamente esclarecida dentro dos autos e perante as autoridades, tendo em vista, que ainda não me foi franqueado o inteiro teor das acusações, já solicitadas por meio da minha defesa técnica.

Natal/RN, 17 de julho de 2023

João Maria de Lima

Confira a matéria completa AQUI.

Nota do Blog Saulo Vale: Que história mais repugnante. Nauseante! Que a Polícia Civil e MP apurem com rapidez e transparência e faça os encaminhamentos necessários e exemplares. Casos de assédio como esse não devem ficar impunes.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

[feed_them_social cpt_id=37056]