politica 728x90
Sessão é marcada por tumulto e mobilização de servidores - Fotomontagem: BSV

Após ter plenário ocupado por servidores, Câmara retira projetos polêmicos de pauta

Um grupo de servidores públicos municipais ocupou nesta sexta-feira, por mais de uma hora e meia, o plenário da Câmara Municipal de Mossoró.

Antes, ocupou as galerias do Legislativo.

Objetivo da mobilização foi barrar pelo menos três Projetos de Lei Complementar, enviados pelo Executivo.

E conseguiu.

Após acordo, encabeçado pelo presidente da Casa, Lawrence Amorim (Solidariedade), entre servidores, vereadores e representantes da Prefeitura, os projetos foram retirados de pauta.

Foram eles:

O Projeto de Lei Complementar 17/23 trata do instituto da readaptação, institui gratificação para servidores integrantes de comissão de sindicância e processo administrativo disciplinar, transpõe benefícios temporários do Regime Próprio de Previdência Social para o Estatuto do Servidor.

 

Também o Projeto de Lei Ordinária do Executivo 57/2023, que institui o pagamento de gratificação por desempenho no programa Previne Brasil.

 

Foi retirado ainda de pauta, a pedido também da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Mossoró, o Projeto de Lei Complementar do Executivo 20/2023, que dispõe sobre a Lei Orgânica da Procuradoria-geral do Município de Mossoró e o Estatuto dos Procuradores do Município.

 

A OAB discorda de pontos do projeto relativos à carga horária, à remuneração e ao exercício da advocacia.

Aprovação

Ainda na sessão, foram aprovados os seguintes projetos.

Projeto de Lei Complementar do Executivo 16/2023, que altera a lei complementar nº 169, de 12 de agosto de 2021 (estrutura administrativa e organizacional da Prefeitura Municipal de Mossoró), criando a Secretaria de Limpeza Urbana.

Os demais projetos aprovados são o Projeto de Lei Complementar do Executivo 18/2023, que dispõe sobre as normas e procedimentos para a operacionalização das emendas parlamentares (13 a 8 votos), e o Projeto de Lei Complementar do Executivo 19/2023, que cria a Junta Biopsicossocial do Município de Mossoró (unanimidade).

Os parlamentares mantiveram o veto parcial ao Projeto de Lei nº 12/2023, que denomina de Francisco Feitosa Lima a avenida projetada no bairro Bela Vista. A denominação está mantida. O veto faz apenas adequação jurídica.

Confira imagens de sessão.

Siga-nos no Instagram.

contatosaulovale@gmail.com

Banner_Sicoob_Saulo_728x90
728x90 (3)
728x90
WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Saulo Vale

É formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró, e do Enfoque Político, Super TV. É também correspondente de política das rádios da capital e do interior, como 97 FM de Natal, 91 FM de Natal e Rádio Cabugi do Seridó.

Banner_Sicoob_Saulo_400x400
[feed_them_social cpt_id=37056]